Todos os finais de semana, aqui no brógue da hora!!!

.

terça-feira, 23 de março de 2010

Mais uma que se vai!!!! (*OFICIAL)

Dae Cambadinha!!!!

O ano de 2010 aparenta estar negro por parte de algumas bandas de Joinville!! A primeira é o forte boato de que Os Depira não voltariam a tocar em 2010!!!
A segunda é o anúncio oficial de que os Karadura Blues Brothers estariam parando suas atividades a partir de 2010.
E agora, informo-lhes oficialmente de que a banda Black Huxley está seguindo este mesmo caminho!
Com todo o respeito a todos aqueles que chegaram a participar das festas e shows realizadas e tocadas pela Black Huxley, abaixo segue o depoimento por mim escrito e descrevendo o que foi a Black Huxley nesse período de 02 aninhos de vida!!!

Por Doug Ferreira, Vocalista e guitarrista da banda Black Huxley:

A banda Black Huxley foi uma brincadeira que virou coisa séria! Séria demais, digamos assim!!! Em meados de 2007, eu, Doug Ferreira, estava com cabelos em pé por causa desse negócio de bandas, correrias, shows, agendamentos, criações gráficas para as bandas, etc...foi então que juntamente com o Estimado e grande baixista Júnior Lopes, atualmente baixista da banda The Bottles de Florianópolis, tivemos a idéia de convidar Luiz (que tocara na banda Comanches até então) para montar um projeto paralelo.
E assim se fez a banda, onde desde o primeiro ensaio já tivemos a participação do gigantesco guitarrista Filipe Zomer!
A festa estava feita, pois o projeto resumia-se em: tocar blues e rock n roll juntamente com a diversão que o tal nos propunha!
Por uma infelicidade gigantesca, Júnior Lopes teria de se ausentar da cidade de Joinville para então morar em Florianópolis.
A força de vontade e a visão de que aquela banda era demais, fazia com que por durante alguns finais de semana, Júnior viesse de Floripa apenas para ensaiar conosco!
Isso durou uns tempos até que a situação começou a apertar! Num concenso, Júnior entregou seu estimado cargo para que pudessemos escolher ou procurar um outro baixista! Quando isso acontecesse, ele sairia da banda!
E assim aconteceu! Conhecí um garotão na Univille naquela mesma época que dizia ser baixista e que no futuro viria a ser um dos baixistas mais técnicos que já conhecí! Hansen então assumiria o posto fazendo com que a formação Doug, Luiz, Filipe e Hansen fosse muito apreciada por casas, público e outros stakeholders.
Época que realmente valeu a pena! Conhecemos muitas bandas, muitas coisas, muitas técnicas através de Filipe Zomer.
Este cara realmente entendia e entende das coisas! Timbre, Afinação, Conhecimento musical, etc..etc...etc...
Com esta formação tocamos nos lugares mais undergrounds de Joinville e região como o Curupira, o Acampamento Velho Blueseiro no Quirirí, O Liverpool, o Taberna, O Zeppa, entre vários e vários outros lugares legais para uma banda tocar, se divertir e no final das contas receber um cachê merecido e legalzinho (Sim, já estavamos neste nível a receber cachês bons).
Com estes cachês, estratégicamente compramos muitos equipamentos, principalmente antigos providos da década de setenta, como um amplificador valvulado Palmer, antigamente utilizado pela banda Casa das Máquinas...também compramos um kit de Amplificador valvulado + Mesa valvulada da Gianinni, provida do final da década de 60! Tudo foi restaurado e hoje funciona perfeitamente!!! Compramos um órgão também dos anos setenta que faz lembrar aquele órgão famoso de John Lord do Deep Purple! Enfim...o dinheiro dos cachês foi investido em muitas coisas que infelizmente foram utilizadas pouquíssimas vezes!!! Talvez umas 04 vezes no máximo.
Mas assim continuamos tocando e principalmente, nos divertindo!!!
Fechamos o ano de 2008 com aproximadamente umas 18 apresentações (média de + de 01 por mês) o que é espetacular para uma banda que recém tinha saído da garagem!!!
2008 foi finalizado com o espetacular show feito em parceria com a banda "Locomotiva 12" e que até hoje me arrepia quando lembro do memorável show!!!
O Liverpool Snooker Pub não suportava mais gente de tão lotado que estava!! Duas baterias em cima do palco e um fechamento com as duas bandas tocando ao mesmo tempo a música da banda The Allman Brothers chamada "Jéssica".
Alí, certamente na minha cabeça foi o último show desta formação memorável que conquistara de pouquinho em pouquinho seu espaço em meio as bandas gigantes como por exemplo os Karadura Blues Brothers.
Infelizmente Filipe Zomer estava marcado para "simpaticamente" ser retirado da banda e é o que aconteceu! Não nego que juntamente os outros dois integrantes também participei da tal decisão, até mesmo porque quando um não quer, dois não fazem (CERTO????).
Mais ou menos, seria a resposta certa!!!
Viramos o ano de 2008 para 2009 cobertos de objetivos (até então reais e interessantes) e neste entremeio, um camarada que circulava aos nossos meios interessa-se no posto em aberto, assim como a própria galera da Black Huxley interessa-se ao interessado!!!
Não lembro direito, mas com dois ou três ensaios lá estavamos fazendo o primeiro show da Black Huxley em 2008, um tributo a Grand Funk Railroad (coisa realmente difícil de se achar hoje em dia). Liverpool Lotadasso como assim fora o último show de 2008.
Acho que foi neste dia que percebí a nova movimentação que a banda estava passando, pois era apenas o primeiro show do ano e já falava-se em cachês maiores (não é que não mereciamos, mas ainda era muito cedo de se exigir algo)
Seguimos o ano fazendo o que todos esperavam: tocando o tal do róque por fora, porém por dentro da estrutura, a movimentação era visível e muitas vezes imprevisível, como o fim da parceria com o tal do Liverpool que apoiou a banda desde seu início não tão bem visto em outros lugares por apenas tocar músicas "não pops" ou melhor, músicas lado B.
Em meados deste mesmo ano, tocamos numa festa que em especial foi excelente pra mim e vista por outro lado levou a banda a tomar várias decisões (estas decisões nunca tão bem aceitas por mim) como por exemplo não tocar mais em festas pequenas ou simplesmente não apresentar-se no Zeppa como exemplo.
A idéia é interessante, até mesmo porque isso já foi discutido juntamente com donos dos Bares de Rock de Joinville e algumas bandas!
Enfim, era isso que aconteceria, porém não poderiamos abandonar assim o público! Independente de tudo, abandonamos este público que tão nos apoiava e sempre estava presente em nossos shows, sendo eles onde fosse, como por exemplo no Curupira Rock Clube que levavamos caravanas (segundo Silvio Santos).
A idéia de "Cachês Mínimos" já estaria sendo discutida pela banda, sendo que por menos de XXXX Reais não tocariamos, ou nas palavras dos integrantes, estariamos pagando pra tocar e não valeria a pena.
Foi então que a corda apertou o pescoço. Em parceria com uma das mais gigantes bandas que Joinville tem atualmente (Coice de Mula), tomei a frente em colocar a Black Huxley para a abertura de um show dos moços no Ambar Pub.
Discussões, stresses envolvendo dinheiro e o poder da moral e da palavra fizeram com que o desgaste da banda chegasse ao auge.

Aí o martírio começa, pois com todo o stress, eu, Doug, estaria dando a oportunidade de que todos na banda trabalhasse como eu estaria trabalhando!
Isso não acontecera na realidade. Para tapar esta brecha, reuniões e mais reuniões para discutir o futuro profissional que poucos alí notavam mas já estava sendo enterrado pelos próprios integrantes!
Enquanto uma parte da banda corria atrás de shows, video clipes, estúdios, camisetas, etc... outra parte se preocupara em calcular quantos reais em equipamentos a banda possuira para aí então cobrar o tão aguardado e estimado cachê mínimo que a banda então merecia!
Como dito no começo do texto, defendo a unhas e dentes que todas as bandas de qualidade merecem um cachê satisfatório para todos, pois assim o show sai o melhor possível, a casa recebe um público ótimo e o público assite a um show empolgante e fissurante! Resumindo, Todos Ganham!!!
Uma banda de rock n roll não pode manter frescuras dentro da troupe! De jeito algum! Banda de rock n roll é pra tocar rock n roll. Uma agência administrativa trabalha com administração. Um escritório de advocacia trabalha com acessoria em processos de vários gêneros. Já um músico trabalha com música!!!
Meu amigo e irmão Dillan (banda Seus Alternadores) sempre com suas frases inteligentes e diretas diz que: "O Músico faz música!!! O Rockeiro faz Rock!!! O músico pode até tocar o Rock mas respirar este estílo de vida, nunca vai fazer!! O Músico pode tocar pagode, sertanejo e funk num dia e no outro pode tocar Rock...mas viver o Rock, nunca viverá!!!!
Chego a uma conclusão de que infelizmente a banda Black Huxley tomou um rumo que muita gente não esperava, até mesmo os próprios integrantes!!!
A banda que já não era tão rocker assim, estava alí assumindo sua pretenção de ser uma banda de Músicos e não de Rockers!!!!
Filosofia de vida, Ideologias, viajens...pode até ser!!! Mas é assim que grande parte deste público que visita o brógue vive!!!! Ou pelo menos tenta viver!!
Deixo claro que esta é a visão de um mísero e simples guitarrista que se meteu em resmungar algumas músicas ao microfone e foi bem aceito por alguns seres!
Deixo bem claro também que independente da banda ter encerrado sua vivência neste mundo, todos os músicos continuam com a qualidade extrema e única que cada um alí sabe que tem!! Em especial o grande guitarman Mura Walsh e o gigante e talvez dos mais poderosos baixistas de Joinville, Gustavo Hansen.
Ao final desta história, a banda Testosterona já estaria sendo trabalhada e com certeza vai fazer um barulho no ouvido de cada um que lê diariamente o Brógue!!!
Assim como a banda Testosterona foi montada juntamente com Doug nas guitarras, tenho certeza que os outros integrantes da extinta Black Huxley irão montar um projeto tão bom quanto a Black Huxley foi!
No mais, mais uma ótima banda que se vai em Joinville, porém aí surge possíveis 02 bandas novas!!!!
A banda Testosterona já com sua agenda firmada, estará tocando dia 08/05 no Aniversário de 10 anos da Irmandade Motor Rock com mais sete bandas, dia 14/05 no Big Pub em Itajaí juntamente com a bandassa Plano Cruzado do meu bróder Wagner e dia 15/05 no Zeppa, juntamente com a banda Massa Antiga, inaugurando a temporada 2010 de bandas de rock no zeppa, em junho no AcampaRock e também já está negociando dois shows em Santa Catarina (Rio do Sul e Orleans).

Peço desculpas ao longo texto, e talvez a possível visão de "lavação de roupa suja" no brógue, mas isso é notícia para alguns chorarem, para outros sorrirem e para muitos outros se espelharem e levar como lição!

Forte abraço a todos e espero que o ritmo do brógue volte ao normal nesses próximos dias!

8 comentários:

Anônimo disse...

Fala Doug,

Realmente uma perda gigante para o cenário de Joinville e de Santa Catarina!
Mas quando as coisas não dão certo, não adianta força-las!

Sei do teu espírito rock e de todo o teu trabalho!
Com certeza o sucesso está ao seu lado!

Abraço
Juliano W.

Doug disse...

Pow Juliano!!!

Valeu mesmo merrmão!!!
Nos encontramos nas quebradas com o Velho barreiro em mãos, ok?!!!


Abração!!!!

Xande disse...

Isso é um caso sério e antigo na nossa região, Doug.
Lamentável, lamentável, mil vezes lamentável!
Realmente estamos no 4o. mês deste ano e já tivemos 3 grandes baixas. No mínimo triste.
Sem contar que dentro em breve perderemos mais um point importante de shows. O Don Rock está sendo negociado e bem provavelmente, segundo os mais informados, não será mais pra nossa turma. No mínimo desesperador.
Quanto a luta da autenticidade de ser rocker é um dilema mesmo, bicho. Entre os trancos e barrancos vamos nos equilibrando.
Tem muita gente brother e rocker até debaixo d'água que hoje está se virando como pode. Um desses caras vc conhece, o grande Chipas, que já foi proprietário da saudosa Casa do Rock, na 15 de novembro. Hoje ele está nos barzinhos garantindo o leite das crianças fazendo seu acústico. E por aí vai.
Rezo ao grande Pai que por este ano seja só isso. Abraço mermão!

Doug disse...

Batz Cara...Essa do Don Rock eu não estava sabendo!! Ficamos na torcida de que seja apenas um boato!!!

Abração Xandão!!!

Madame Lollita disse...

Vamo que Vamo, a vida continua.... e os bons sempre prevalessem!!!!

rw_arndt disse...

Putzzz!!!

Mais uma grande perda pro rock, fiquei muito triste com a notícia do fim de mais uma banda, ainda mais dos meus grandes amigos do BH, com os quais já tive o prazer de dividir o palco!!
Agora me pergunto, qual será a próxima bomba? Estamos vivendo um ano negro pro rock and roll de Joinville!!!
Abraço e sucesso pra todos!!

..."and the road goes on forever"

José Lopes Junior disse...

Eu acompanhei tudo de longe, mas tenho a dizer que as coisas acontecem porque tem que acontecer... Sinceramente acho o posicionamento da grana antes de tudo oque mais acaba com qualquer tipo de relacionamento... Amoroso, profissional ou de curtição mesmo! Pena mas sei que todos que tocaram la farão coisas bem legais e boas bandas virão pra suprir a falta que a Black Huxley deixou!

Allan disse...

Realmente esse ano começou com tudo, tudo de ruim que poderia acontecer com nossa cena roqueira.

Mas a vida é assim mesmo, vamos tocando o barco, quem viveu os momentos curtiu, e isso é o que fica

Sorte pra todos vcs, de coração

Fui...